8 erros que o CEO jamais pode cometer ao abrir uma empresa de eSports. E por favor, não começa o 7º.

Abrir uma empresa de eSports é sempre uma tarefa difícil e ao mesmo tempo corajosa, pois sabemos que empreender no Brasil não é fácil.

A burocracia em nosso país ainda é um entrave para a abertura de um negócio, mas está longe de ser o único. 

Assistir filmes que contam como os empresários de sucesso chegaram no topo, é o que mais enxergamos atualmente.

Entretanto, pouco é falado sobre os erros que foram cometidos por eles, afinal de contas, histórias de fracasso não rendem bilheteria.

Mostrar os feitos heroicos e arrojados é o que mais vemos nos filmes.

Por outro lado, nunca mostram o “processo” que o empresário teve que trilhar até chegar no topo.

É fato que, muitos destes super empresários:

  • Começaram do zero;
  • Sem nenhum incentivo e;
  • Lutando contra tudo e todos.

No caso dos esportes eletrônicos não seria diferente. 

Muitos CEOs cometem erros ao abrir uma empresa de eSports, e isto é normal.

Porém, nem tudo está perdido.

Aqui iremos te mostrar 8 erros que você não pode jamais cometer ao abrir uma empresa de eSports.

  1. Falta de documentação para abrir a sua organização de eSports
  2. Excesso de burocracia
  3. Falta de planejamento para abrir sua organização de esports
  4. Falta de pessoal qualificado
  5. Escolher o sócio errado
  6. Má escolha dos jogadores
  7. Desconhecer procedimentos para abrir sua organização de esports
  8. Não contar com ajuda especializada

 

⧫⧫⧫⧫

 

1. Falta de documentação para abrir a sua organização de eSports

Se o negócio vai ser uma empresa comercial, uma indústria ou uma prestação de serviços, a documentação vai variar.

Tudo deve ser pensado pelo futuro empreendedor antes de ser dado o pontapé inicial na abertura do negócio. 

Portanto, tudo deve ser pensado, como:

  • Escolha do nome;
  • Local da game house ou game office; 
  • O investimento inicial;
  • Quem serão os sócios e;
  •  O tipo empresarial. 

Portanto, como um dono de empresa não necessita ter o domínio de todos estes processos.

O ideal é buscar ajuda profissional para abreviar e agilizar os procedimentos a serem realizados.

 

⧫⧫⧫⧫

 

2. Excesso de burocracia

Quando se inicia um negócio, um contador é peça-chave para o seu crescimento. 

Inclusive, alguns empreendedores buscam esta ajuda bem antes de o negócio entrar em funcionamento. 

Um contador e um advogado são cruciais para que menos tempo seja perdido neste processo. Isto fará com que o negócio possa gerar resultados o quanto antes.

Dependendo do tipo de negócio que se queira iniciar, serão necessários documentos como: 

  • Licenças de agências reguladoras;
  • Licença do Corpo de Bombeiros e; 
  • Licença da Polícia Militar.

Por isso, estes profissionais poderão te orientar sobre a necessidade de obtenção destas e de outras eventuais licenças e autorizações.

 

⧫⧫⧫⧫

 

3. Falta de planejamento para abrir a sua organização de eSports

É muito comum iniciarem uma organização de eSports por duas maneiras:

  1. Com economias de uma vida toda;
  2. Com dinheiro obtido por meio de um empréstimo bancário.

Mas, poucos pensam em montar um plano de negócios.

Entretanto, como toda estratégia de jogo, é necessário você planejar antes de iniciar a partida.

Um Plano de Negócios é algo crucial para um empreendimento, qualquer que seja a sua área de atuação.

Nesse planejamento, constam todos os detalhes. 

Desde os produtos ou serviços que serão comercializados até procedimentos relacionados à expansão das atividades. 

Ele permite que o negócio seja pensado para crescer e não apenas para ser mais um negócio como outro qualquer.

Então, este erro é muito comum na vida dos CEOs das empresas de eSports.

Um plano mal formulado ou a ausência dele, pode fazer com que decisões erradas sejam tomadas. 

Logo, deixará a empresa totalmente vulnerável. 

⧫⧫⧫⧫

 

4. Falta de pessoal qualificado

Esse é um problema grave para qualquer negócio. 

Quando se pensa em abrir uma empresa, sempre é esperado que ela prospere, que ganhe mercados e atravesse fronteiras. 

Mas de nada adianta ter um bom Plano de Negócios, contador e advogado,  se você não consegue encontrar pessoal suficiente para fazer com que ele prospere. 

Quanto maior for o nível de complexidade do negócio, maior será a necessidade de pesquisa.

Isto tudo aliado a empresas de recursos humanos para a escolha mais adequada dos funcionários certos.

Abrir uma empresa no Brasil não é uma tarefa muito fácil, mas está longe de ser impossível. 

Há vários projetos que pretendem simplificar os procedimentos para abertura de empresas.

Espera-se que em breve isso já não seja um dos principais entraves para quem quer ter um negócio próprio.

 

⧫⧫⧫⧫

 

5. Escolher o sócio errado

A escolha do sócio, é igual a escolher seu parceiro que dará cobertura na para ganhar o jogo!

Inúmeras são as maneiras que posso citar aqui das brigas entre sócios que vemos com bastante frequência.

Então, escolher o sócio correto é muito importante, pois, como toda a organização, é necessário saber trabalhar em equipe.

Este é com certeza um diferencial muito significativo para as equipes bem-sucedidas, todas elas trabalham muito bem em equipe.

Então, para não evitar problemas de briga entre sócios, brigas entre sócios e jogadores, escolha bem quem vai entrar na sua equipe. 

Portanto, ao abrir uma organização de eSports, faça um contrato de sociedade e coloque TUDO no papel!

 

⧫⧫⧫⧫

 

6. Má escolha dos jogadores

Primeiramente, sem um bom jogador, você nunca terá uma boa equipe!

Na época em que era só brincadeira, com certeza queria que sua equipe tivesse os melhores jogadores, correto?

Neste momento não será diferente.

Porém, você deve entender que, eles serão os principais atores da sua organização, farão com que a sua equipe seja amada.

Portanto, é seu dever escolher bem e fazer um contrato bem feito com todos os jogadores, para não dar problema no futuro.

Se quiser saber mais a respeito dos contratos para jogadores de Esports, confira neste post aqui.

 

⧫⧫⧫⧫

 

7. Desconhecer procedimentos para abrir sua organização de eSports

É o famoso, cego em tiroteio! Não sabe para onde ir, não tem como ganhar nada!

Muitas vezes os donos de empresas de Esports tentam trilhar o caminho da sua empresa de maneira solitária.

Mas, eles não sabem que isto pode trazer bastante problemas para a empresa.

Atualmente, no Brasil, a média em dias para abrir uma empresa é de 53 dias. 

É isso mesmo, demora isso tudo!

O nosso país é um dos países mais burocráticos que existe e, muitas vezes, atrapalham boa parte dos donos de empresas.

Entretanto, para ter uma empresa de sucesso, o empreendedor precisa aprender a saber como lidar com essa burocracia. 

São requisitos indispensáveis de todo empreendedor, saber:

  • Quais são os tributos a serem pagos;
  • Prazos para liberação de alvarás e;
  • Quais certidões necessárias para seu negócio funcionar.

Por isso, indicamos sempre que busque ajuda profissional de um contador e de um advogado neste momento.

Pois, além de acelerar o seu processo de crescimento, pode ajudar a evitar muitos problemas que podem vir a acontecer.

 

⧫⧫⧫⧫

 

8. Não contar com ajuda especializada ao abrir uma empresa de eSports

Antes de mais nada, como já alertamos aqui acima, contar com ajuda de um profissional pode acelerar o seu processo e evitar problemas no meio do caminho.

Imagina só o problema: você contrata um pro player, não assina contrato de trabalho, nem contrato de imagem, nem paga os valores devidos a ele.

Então, ele se irrita, sai da sua equipe e entra com um processo judicial contra sua organização ou contra você mesmo, imagina a dor de cabeça.

Já vimos este caso acontecer… e não foi mais de uma vez.

A organização, por esse vacilo, teve que pagar ao pro player mais de R$ 100 mil reais…

É, cuidado com isto.

Portanto, contar com a ajuda de um profissional especializado não é gasto, é um investimento, na sua tranquilidade e na segurança.

Além disso, é fundamental para evitar problemas na sua empresa.

É como falamos acima, evitará desgastes, acelera processos e deixa todo mundo satisfeito!

 

⧫⧫⧫⧫

 

Conclusão

 Viu como o processo não é um bicho de 7 cabeças?

Então, agora você está por dentro de tudo sobre abertura de organizações de eSports.

Portanto, no processo de abertura da sua empresa de eSports não cometa estes erros, no decorrer do processo. 

Seguindo o passo a passo deste post não tem outra, dará tudo certo! 

Gostou do post? 

As informações foram úteis para esclarecer todas as suas dúvidas a respeito da abertura de organizações de eSports?

Se sim, compartilhe esse conteúdo para as pessoas que você conhece e que pretendem abrir uma empresa de eSports – tenho certeza que será muito útil.

Se ainda tem alguma dúvida ou precisa de um apoio especializado, entre em contato conosco que teremos o prazer de ajudá-lo!

jogador de eSports de fundo, com uma imagem falando "quero consultar um advogado"

Este post tem 3 comentários

Deixe um comentário