Guia Completo de como ganhar dinheiro com o NFT!

De maneira bem simples, o NFT é um código utilizado em determinados itens para comprovar a sua originalidade e exclusividade. 

Ou seja, ele é uma espécie de certificado digital que serve para verificar a exclusividade e originalidade de algo.

Desta forma, cada NFT é acompanhado de um tipo de chave eletrônica registrada em uma base de dados, chamada blockchain.

Esta base de dados atesta a propriedade sobre a NFT de quem possuí-la.

Diante disto, o grande fator inovativo dos NFTs é que eles solucionaram um grande problema enfrentado por artistas digitais há anos.

Agora, é possível identificar o real proprietário de conteúdos digitais:

  • Imagens;
  • Vídeos;
  • Músicas, entre outros.

Isto acontecerá através de uma plataforma de dados completamente segura e confiável, o que auxilia a proteção de seus direitos de propriedade intelectual.

Para saber mais sobre o assunto, criamos este guia completo a respeito do NFT, então fica aqui para conferir:

  1. O que é um NFT?
  2. O que é token fungível e token não fungível?
  3. Para que serve a NFT?
  4. Como eu consigo ganhar dinheiro com o NFT?
  5. Quem pode ganhar dinheiro com o NFT?
  6. Conclusão

 

 

⧫⧫⧫⧫

 

1. O que é um NFT?

Os NFTs essencialmente são bens digitais, criptografados e colecionáveis, que possuem características únicas e imutáveis. 

Cada NFT é acompanhado de um tipo de chave eletrônica registrada na blockchain (base de dados que guarda registros de transações virtuais), que atesta a propriedade sobre a NFT de quem possui-la.

 

⧫⧫⧫⧫

 

2. O que é token fungível e token não fungível?

Para entender o que é um NFT, precisamos voltar algumas casas e entender a diferença entre fungível e não fungível.

Dizemos que uma coisa é fungível quando ela pode ser trocada ou substituída por outra da mesma qualidade, espécie, funcionalidade e preço

Por exemplo, se você troca uma nota de 10 reais por duas notas de 5 e cinco notas de 2 reais, no final não muda nada, uma vez que representa o mesmo valor.

Portanto, dinheiro, criptomoedas, contrato futuro de dólar, são todos bens fungíveis.

Por outro lado, os bens infungíveis são aqueles que representam algo específico e individual. 

Logo, eles não podem ser substituídos ou trocados por outros da mesma espécie, qualidade e quantidade.

Itens como obras de arte, objetos raros, exemplares únicos, casas, automóveis, são não fungíveis.

Essa finalidade de bens não fungíveis é que torna os NFTs interessantes.

Para transformar um item não fungível em um NFT é preciso tokenizar.

Ou seja, registrar um certificado digital no blockchain.

A partir disso, significa que você tem direito a aquele bem.

Como ele está no seu nome, você tem direito de transferi-lo para alguém quando e onde quiser.

Ao passar esse domínio para outras pessoas, você está negociando o token.

Ou seja, o NFT é o certificado digital de um item, seja ele digital ou físico.

Quando você registra no blockchain (Base de dados), automaticamente ele torna-se seu, pois ele é único.

Desta forma, mesmo que você possa visualizá-lo, existe apenas 1 dono do NFT, e somente ele possui os direitos registrados na rede blockchain.

 

⧫⧫⧫⧫

 

3. Para que serve a NFT?

O real intuito de um NFT é ter a posse de uma arte, música ou imagem.

Ele é como se fosse um registro de um imóvel (casa).

Diante disto, ele acaba com o problema de muitos artistas e personalidades importantes, principalmente com relação ao seu direito autoral.

Com o NFT é possível identificar o real proprietário de conteúdos digitais:

  • Imagens;
  • Vídeos;
  • Músicas, entre outros.

Isto acontecerá através de uma plataforma de dados completamente segura e confiável, o que auxilia a proteção de seus direitos de propriedade intelectual.

Um token não-fungível serve para garantir que determinado item é original. 

Nesse sentido, se você comprar algo com NFT, você tem a garantia de que aquele arquivo é único e é seu, do mesmo jeito de um imóvel. 

Porém, isso não significa que não possam existir cópias e versões espalhadas pela internet.

Vamos exemplificar para ficar mais fácil e entender:

Digamos que você tem uma imagem de Neymar, que só você tem essa arte. 

Então, registrando essa arte, você terá a autoria daquela imagem.

Desta forma, todos os valores de direitos autorais que forem vendidos por aquela imagem, são de sua propriedade.

Além deste exemplo, podemos citar o jogo CryptoKitties, onde os jogadores compram e vendem gatinhos digitais associados à NTFs. 

Neste caso, cada gatinho tem um NFT e é único em relação aos demais. 

Enfim, os NFTs servem também para garantir que os criadores de determinado item sejam remunerados por isso.

Acontece que muitos dos criadores de conteúdos na internet não são remunerados por suas criações. 

Desse modo, com o NTF as criações ainda poderão ser copiadas, mas o criador poderá vender o item original e ser devidamente remunerado por ele.

 

⧫⧫⧫⧫

 

4. Como eu consigo ganhar dinheiro com o NFT?

Criado meu NFT, mas, e agora, como faço para ganhar dinheiro com ele?

Da mesma forma que você ganhar dinheiro vendendo um imóvel, você ganhará dinheiro com o NFT.

Mas, antes de qualquer coisa, é preciso identificar qual tipo de NFT você está investindo.

A principal área é a venda de artes digitais. 

Além disso, os mercados da música, fotografia e desenho também estão se destacando.

Outra dica é investir na valorização de um bem ou de uma pessoa. 

Além disso, outra boa opção é ganhar dinheiro com a revenda. 

Basicamente, isso significa comprar um NFT em baixa e esperar a valorização para vendê-lo.

 

⧫⧫⧫⧫

 

5. Quem pode ganhar dinheiro com o NFT?

Ganhe dinheiro com NFT aquele que o cria, mas, também que compra pensando em valorização.

Os artistas são os principais beneficiados pela venda de artes digitais.

Entretanto, além deles podem ganhar também:

  • Músicos;
  • Clubes de futebol
  • Jogadores de futebol
  • Pro Players de eSports
  • Fotógrafos;
  • Desenhistas e outros.

Porém, teoricamente, qualquer coisa pode virar um NFT.

Desde que encontre alguém disposto a pagar pelo que você tem a oferecer.

Outra opção para ganhar dinheiro com a revenda.

Neste caso, basicamente você compra um NFT esperando que ele se valorize para então vendê-lo com o lucro.

Para esse tipo de investidor, o conhecimento especializado no campo em que está investindo é a chave.

Entretanto, especialistas recomendam comprar apenas o que gosta.

Assim, suas chances de se arrepender são menores.

Um exemplo de compra pela paixão são os tokens de fãs que muitos times oferecem.

Os NFT são perfeitos para a arte digital. 

De fato, o mercado da arte é aquele que mais uso está fazendo deles, mas há muitos outros setores apostando nesta tecnologia. 

A seguir, revisamos alguns exemplos:

 

5.1. Coleções

Similares às dos cards colecionáveis, mas com um formato digital. 

Neste ano, um card NFT de uma enterrada de LeBron James na plataforma NBA Top Shot foi vendido por U$ 208.000 dólares.

 

5.2. Videogames

Os NFT podem ser utilizados para representar ativos nos videogames, como por exemplo um terreno, um castelo, uma arma, um personagem, que são propriedade do jogador.

 

5.3. Música

A tecnologia blockchain permite aos músicos publicar seu trabalho como NFT, na forma de edições limitadas, por exemplo, e assim monetizá-lo.

Desta forma, caso o NFT seja compartilhado para as outras pessoas poderem comprar, como uma ação da bolsa de valores,  os músicos recebem esse valor e os que comprarem uma parte do NFT terão direito aos royalties das músicas.

Durante a pandemia salvou as receitas de muitos.

 

5.4. Esportes

Os atletas famosos estão usando NFT para obterem mais receitas por suas imagens. 

O jogador da NBA Spencer Dinwiddie tokenizou seu contrato para que outras pessoas pudessem investir nele.

 

5.5. Moda

A Nike tem uma patente que permite anexar um NFT a produtos físicos, como uns tênis, e recebe o nome de CryptoKicks.

 

⧫⧫⧫⧫

 

Conclusão

Agora você já entendeu tudo a respeito do NFT e de como e quem pode ganhar dinheiro com este ativo.

Você também entendeu que a função dele é ser um certificado digital que serve para verificar a exclusividade e originalidade do seu ativo.

Então, você somente terá direitos exclusivos sobre o seu NFT que você criou, caso tenha adquirido ele.

Então, não deixe de comentar o que você achou destas dicas e compartilhar este post para ajudar mas pessoas a respeito do NFT.

Por fim, se ainda tem alguma dúvida ou precisa de um apoio especializado, entre em contato conosco que teremos o prazer de ajudá-lo(a)!

nft

Deixe um comentário