Como abrir uma empresa de Esports? 2021

marca redbul
marca redbul

 

Chegar ao topo do mundo, em qualquer competição, é o sonho de toda organização.

Viver em campeonatos, ser reconhecido, ganhar bastante dinheiro… é, de fato, um sonho!

Entretanto, poucos pensam no processo para chegar até o topo e terminam antes mesmo de começar.

Muitas vezes, o empreendedor já está convicto em sua decisão de montar a sua organização, mas, não sabe como dar o primeiro passo. 

Em outras palavras, não tem ideia de quais etapas deve cumprir até que sua empresa esteja formalizada e ele possa ter seu CNPJ. 

Diante disso, surge a necessidade de um passo a passo. Um a orientação para abrir uma empresa/organização.

Por outro lado, questões burocráticas envolvidas podem acabar desanimando e tornando-se uma dor de cabeça para que essa ideia seja levada à frente.

Logo, surgem dúvidas, principalmente com relação à:

  • Documentação necessária;
  • Nome da empresa;
  • Quais registros devem ser feitos;
  • Como é feita a divisão dos sócios;
  • Inscrição municipal, entre outros fatores.

Então, pensando em clarear as ideias e mostrar um direcionamento correto, criamos este guia para te auxiliar neste momento de dúvida.

Mas, com as informações certas, persistência e organização, você verá que o processo é mais fácil do que imagina. 

 

Diante disso, permanece aqui nesse post que você vai entender:

  1. O que você precisa saber antes de abrir uma empresa de eSports?
  2. Preciso de um CNPJ para abrir minha empresa de Esports?
  3. Qual tipo de empresa devo abrir para minha organização de eSports?
  4. Quanto custa para abrir uma empresa?
  5. Como abrir empresa de eSports: O passo a passo para o sucesso.
  6. Qual a documentação para abrir uma empresa de Esports?
  7. Quanto tempo leva para abrir empresa de Esports?
  8. Preciso de um advogado para abrir uma empresa de eSports?
  9. Conclusão

 

⧫⧫⧫⧫

 

1) O que você precisa saber antes de abrir uma empresa de eSports?

Em primeiro lugar, abrir uma empresa de eSports, por si só, já é a concretização de um sonho para muitos. 

Porém, até chegar nesse ponto, existe uma série de questões a serem analisadas. 

Antes de mais nada, é importante ser feito um planejamento estratégico, para que os esforços e os investimentos envolvidos não sejam em vão.

Um dos passos mais importantes, no entanto, é avaliar se existe um perfil empreendedor no CEO da organização!

Portanto, é importante conhecer suas principais características:

Devido estarmos no início, te contarei muita coisa que empreendedores experientes gostariam de ter descoberto antes

Uma delas é que aprender com os erros dos outros. Sim, esse com certeza é a maior vantagem!

Então, para você tirar o maior proveito disso, neste post informamos 8 erros que o CEO jamais pode cometer ao abrir uma organização de eSports. 

Outro ponto é que, uma organização de eSports é uma empresa, feita para dar lucro.

Diante disso, tenha sempre em mente que você terá produtos para vender e arrecadar fundos para a empresa.

Portanto, conheça seu “cliente” (torcedor) e esteja pronto para monitorar sua concorrência (ela pode te mostrar muita coisa boa).

Para isto, não pense duas vezes em obter ajuda especializada.

Neste aspecto, um advogado ou escritório de advocacia é muito importante para não ter problemas judiciais, trabalhando sempre preventivamente.

 

⧫⧫⧫⧫

 

2) Preciso de um CNPJ para abrir minha empresa de Esports?

No início, apesar de ser turbulento, é o momento chave para saber realmente se o negócio terá um futuro brilhante.

Antes de mais nada, vou te dar um fato importante: 90% das organizações de eSports começam de maneira informal.

É isto mesmo, um número alto, porém, preocupante.

O início clássico de uma organização, acontece com a junção de amigos, montando uma line para se divertir em um jogo competitivo.

Porém, depois que isso começa a virar profissão, o jogo começa a mudar e, é necessário ter alguns cuidados neste momento.

Portanto, saiba que ter um CNPJ é obrigatório para montar uma equipe de eSports. Principalmente para quem compete em campeonatos

Através dele, é que você passa a operar dentro da lei (e livre de processos).

Além disso, só por ter um CNPJ, inúmeras vantagens exclusivas, a organização terá:

  • Patrocínio mais facilitado;
  • Tributação facilitada;
  • Poder emitir nota fiscal;
  • Conseguir descontos em compras para a organização;
  • Assinar contratos de trabalho e etc.

O CNPJ está para a organização, da mesma forma que o CPF está para a pessoa física.

Somente com esse cadastro (CNPJ) é possível:

  • Registrar o nome da organização;
  • Assinar contratos com os Pro-players;
  • Emitir notas fiscais.

Caso você não tenha ainda, e fez alguma destas movimentações, cuidado, você pode estar a beira de um penhasco (com a queda grande).

 

⧫⧫⧫⧫

 

3) Qual tipo de empresa devo abrir para minha organização de eSports?

Uma das decisões mais importantes que o CEO da organização tem que tomar, é com relação ao tipo de empresa que ele vai abrir.

Em outras palavras, estamos falando de:

Existem muitos tipos de empresas, escolhidas de acordo com as opções existentes entre essas três variáveis.

Logo, torna-se extremamente importante definir corretamente como será sua empresa.

Mas, cuidado, a falha na escolha neste momento, pode ser fatal.

 

3.1) Natureza Jurídica

Os três tipos mais comuns são:

  • Empresário Individual;
  • EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) e;
  • Sociedade Limitada. 

Os dois primeiros são modelos em que o empreendedor abre sua empresa sem sócios.

Entretanto, a principal diferença entre eles é que na EIRELI o patrimônio da empresa não se mistura com o do CEO.

Ou seja, caso sofra um processo judicial, seus bens estão salvos.

Por outro lado, para abrir uma EIRELI é necessário declarar possuir um capital social no valor de cem vezes o salário mínimo atual.

Por fim, o modelo de Sociedade Limitada exige pelo menos um sócio.

Portanto, não há exigência de recursos mínimos para Sociedade Limitada e Empresário Individual.

Ou seja, não precisa declarar que tem um capital social no valor de cem vezes, igual a EIRELI.

 

3.2) Regime Tributário

Em primeiro lugar, nesta hora o dono da empresa começará a desenhar o tipo de tributação que sua empresa irá sofrer.

Aqui um aviso importante… e que pouca gente se lembra.

Neste momento é interessante verificar se o negócio se encaixa no Simples Nacional.

Explicando melhor, o Simples Nacional é o sonho de todo empreendedor!

É um modelo de tributação unificado, em que o empreendedor precisa pagar apenas uma guia, a DAS.

Além disso, garante várias alíquotas e específicas faixas de tributação, de acordo com o tipo de atividade e seu faturamento anual.

Caso não possa ser do Simples, a tendência é a empresa estar no Lucro Presumido.

Por fim, toma bastante cuidado neste passo, ele sozinho, pode fazer você ganhar muito dinheiro ou perder… bastante dinheiro.

 

3.3) Porte da Empresa

Neste tópico, o que vai mandar é o faturamento! É ele que irá definir o porte da sua empresa.

Falando dos dois primeiros tipos de enquadramento, conhecemos a:

  • Microempresa (ME) e;
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP). 

Caso a organização fature na faixa de até R$ 360 mil por ano, ela será enquadrada como uma microempresa (ME). 

Por outro lado, se a receita bruta anual for superior a R$ 360.000,00 e igual ou inferior é R$ 4,8 milhões ela será enquadrada como Empresa de Pequeno Porte. 

Por fim, no caso das organizações de eSports, como o início não tem um investimento de capital muito forte, provavelmente ela começará como ME.

⧫⧫⧫⧫

 

4) Quanto custa para abrir uma empresa?

Esta é a famosa pergunta de 1 milhão de reais!

O valor de abertura dependerá muito de acordo com:

  • Tipo de empresa;
  • A complexidade do procedimento;
  • A cidade onde irá abrir, entre outras variáveis.

Porém, já conseguimos adiantar algumas, que devem ser pagas como:

  • DARE (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais);
  • DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais);
  • Junta Comercial e;
  • Certificado Digital.

No Estado de São Paulo, por exemplo, a soma dessas taxas fica até R$ 1.000,00 dependendo do tipo de empresa que será aberta:

  • Sociedade Limitada;
  • EIRELI ou;
  • Empresário Individual.

Portanto, a análise do caso a caso neste momento é muito importante!

 

⧫⧫⧫⧫

 

5) Como abrir empresa de eSports: O passo a passo para o sucesso.

Todas as empresas necessitam cadastrar um CNPJ para emitir notas fiscais e garantir os direitos fiscais e jurídicos.

Além disso, para solicitar maquininhas ou criar contas em bancos, é necessário o CNPJ da empresa.

Logo, o CEO, como uma das pessoas mais importantes para a equipe, é responsável por tomar as decisões  pelo time e empresa.

Ele quem terá a iniciativa de abrir a empresa, de criar o CNPJ.

Nos campeonatos internacionais, todas as organizações que quiserem disputar um campeonato, devem ter seu cadastro de pessoa jurídica.

Além do cadastro, devem também ter contratos de trabalho com todos os que estão presentes dentro da organização.

Um exemplo claro é a RIOT!

Para entrar no CBLOL, a desenvolvedora exige a amostra de todos os contratos da organização.

Portanto, só após essa formalização, sua companhia passa a “existir” de fato.

Caso você esteja operando sem um CNPJ, o seu risco de falir é grande, principalmente por 2 motivos:

  1. Recolhimento de imposto;
  2. Falta de contrato de trabalho assinado com colaboradores;

Diante disto, o passo a passo para a emissão do seu CNPJ deve ser feito com calma e sem pressa.

Desta forma, destacamos que é importante a presença de um bom profissional de contabilidade e de um advogado especialista para lhe orientar.

Portanto, o passo a passo para abertura do CNPJ e o sucesso de uma organização de eSports seria:

  1. Falar com um contador e advogado de confiança para auxiliar no procedimento;
  2. Elabore (com o advogado) o Contrato Social da empresa;
  3. Dentro do contrato social constará:
    1. O tipo de empresa para abrir ME ou EPP;
    2. O Regime jurídico da empresa: EI, EIRELI ou LTDA;
    3. As atividades que a organização irá exercer de acordo com o CNAEs;
    4. O seu regime tributário: Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real;
  4. Com os documentos necessários, efetue o registro na Junta comercial;
  5. Faça a inscrição Municipal na prefeitura de onde você registrou a empresa;
  6. Faça o Certificado digital da sua empresa;
  7. Caso more em Game Office ou Game House, obtenha o alvará de localização e funcionamento (Em alguns Casos);
  8. Faça a Inscrição Estadual;

 

5.1) O que é Contrato Social?

O Contrato Social é a certidão de nascimento da empresa. 

Nele constarão todos os dados básicos do negócio, como: 

  • Quem são os sócios;
  • Qual o endereço da sede;
  • Quais os deveres de cada sócio com o empreendimento e;
  • Qual o ramo de atuação, e etc.

Toda empresa no Brasil necessita de um contrato social para poder operar.

Além disso, o contrato social é utilizado também para participar de licitações do governo e abrir contas bancárias.

Neste contrato serão definidos os sócios, ou seja, os responsáveis legais pela empresa.

Por exemplo, caso a organização sofra um processo trabalhista, os nomes que constam no contrato social responderão em juízo pela empresa.

5.1.1) O que deve constar no Contrato Social

Dentre as principais informações, é importante que conter pelo menos as seguintes informações:

  • Qualificação dos Sócios;
  • Atividades e serviços desenvolvidos;
  • Tipo de empresa e localização;
  • Participação societária e administradores;
  • Pró-Labore;
  • Regras para deliberações importantes e outras informações.

Caso queira saber mais a respeito do contrato social, clique aqui!

 

5.2) Que tipo de empresa será minha organização?

Existem dois tipos de empresas que você pode escolher e que aconselhamos para organizações de eSports: ME e EPP.

 

5.2.1) ME – Microempresa

Desde já, a Microempresa (ME) é aquela que pode ter mais de um sócio, faturando até R$ 360 mil por ano.

Nesta categoria, o CEO da empresa terá mais opções além de emitir quantas notas fiscais quiser.

A vantagem do ME é que você só paga os impostos quando ocorre o faturamento.

Para ficar mais claro, digamos que sua equipe ganhou um campeonato e recebeu a premiação.

Logo, se a premiação for maior do que o valor dos custos da sua empresa, aí sim você pagará imposto.

Caso contrário, não há pagamento de imposto.

Há outra vantagem na ME…

Lembra do simples, que falamos no inicio do texto? Sim, a organização, se cadastrada como ME, pode fazer parte do Simples Nacional.

Lembrando…

O simples é um regime de tributação que unifica 8 impostos em uma única guia por mês, a DAS.

Só esse fato ajuda muito a vida do CEO da organização, pois, facilita a regularidade da sua empresa e evita perder o controle.

Portanto, de todas, achamos a mais indicada para quando se pretende abrir uma empresa de eSports.

 

5.2.2) EPP – Empresa de Pequeno Porte

A Empresa de Pequeno Porte (EPP) fatura entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões por ano.

Tem as mesmas vantagens da ME, e pode também fazer parte do simples nacional.

Logo, a única diferença é o faturamento, que irá aumentar.

Como as organizações de eSports começam pequenas, esta opção de EPP torna-se um pouco inviável neste momento inicial.

Ou seja, a não ser que a organização receba um incentivo fiscal de algum empresário ou já comece grande.

 

5.3) Qual a natureza jurídica da minha equipe de Esports?

Logo, após você identificar o tipo de empresa, será o momento de você escolher o regime jurídico do seu negócio.

Então, como CEO da sua equipe terá que prestar muita atenção neste passo.

Você agora irá decidir quem são os sócios (Se houver), a participação de cada um na empresa e o capital social.

Essas informações vão constar no contrato social, documento deve ser elaborado por um contador e um advogado.

Os três principais regimes jurídicos que a sua empresa pode ser constituída são:

 

5.3.1) EI – Empresário Individual

Aqui você é o titular da empresa, exercendo uma atividade empresarial sob a sua pessoa física!

Neste caso, o seu patrimônio pessoal pode ficar comprometido em caso de endividamento da empresa. 

Ou seja, se a empresa ficar endividada, e for cobrada judicialmente, o seu patrimônio pessoal pode ser incluído para pagar a dívida.

É, eu sei, só de pensar dá um calafrio.

 

5.3.2) EIRELI

No caso da EIRELI, você é sócio único, mas, seu capital social não é “sugado” pela dívida da empresa.

 Mais tranquilo não é verdade?

Te contar um segredo…

Esta é a natureza jurídica mais viável.

 

5.3.3) LTDA – Sociedade Limitada

Por fim, a Sociedade Limitada, que pode ser formada por dois ou mais sócios.

Os dois contribuirão para a formação do capital social da empresa através de bens ou moedas.

 Muito semelhante a EIRELI, não atinge o capital pessoal dos sócios e existe a possibilidade de ter mais de um sócio.

Dentre todas, com certeza, esta é a mais indicada.

 

5.4) Ao abrir empresa de Esports, qual atividade ela irá exercer?

A atividade da empresa será enquadrada em alguma categoria de CNAE (Classificação Nacional de Atividade Econômica).

Neste momento saberá quanto pagará de imposto, que será de acordo com a sua atividade exercida. 

Como CEO da empresa, veja qual será a atividade mais exercida, pois será ela a classificada como a principal.

Logo, para as organizações de eSports, são enquadradas como atividade principal a “Exploração de jogos eletrônicos recreativos”.

Entretanto, você poderá escolher algumas atividades secundárias, como:

  • Gestão de ativos intangíveis não-financeiros
  • Agências de publicidade
  • Agenciamento de espaços para publicidade, exceto em veículos de comunicação
  • Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas
  • Produção e promoção de eventos esportivos

 

⧫⧫⧫⧫

 

6) Quais os documentos necessários para abrir uma empresa?

Primeiramente, os documentos necessários dependerão do Estado e da sua Cidade, em que a empresa será aberta.

“Mas Felipe, se minha organização não tem local físico, como eu faço?”

Bem, coloque o lugar da sua residência, depois você modifica de acordo com o tempo. Sim, é possível alterar!

Portanto, os documentos serão:

  • RG e CPF ou CNH, sua e de seus sócios; 
  • comprovante de endereço, se casado(a), sua e de seus sócios; 
  • Se casado(a), certidão de casamento, sua e de seus sócios;
  • Se Solteiro, certidão de Nascimento;
  • número de entrega do recibo do último IRPF.

Por outro lado, caso queira começar com uma Game House ou Game Office, será necessário acrescentar nesta documentação o:

  • comprovante da propriedade do endereço/contrato de aluguel e;
  • cópia do último IPTU.

Além desses documentos, será preciso identificar o tipo de negócio da empresa e estimar um faturamento para o primeiro ano.

Por fim, importante mencionar que, a depender da atividade principal da sua empresa, poderão ser solicitados outros documentos.

 

⧫⧫⧫⧫

 

7) Quanto tempo leva para abrir empresa de Esports?

Primeiramente, como CEO, você deve estar sempre ocupado, tanto com o desempenho da sua equipe como a questão burocrática envolvendo todos.

Então, com certeza deve querer a forma mais rápida para abrir a sua empresa, não é verdade?

O Processo de abertura da sua empresa deve durar, a contar da data do protocolo na junta comercial, entre 30 a 45 dias

Eu sei, demora né?

Mas, fazendo todo o passo a passo certinho, não havendo erros nos documentos, pode ser que seu processo saia bem mais rápido, então, cuidado para não pecar nos detalhes!

 

⧫⧫⧫⧫

 

8) Preciso de um advogado para abrir uma empresa de eSports?

Sendo uma empresa, no segmento de E-Sports, com o cenário cada vez mais profissional, requer uma segurança jurídica como qualquer outra empresa.

Nesse sentido, é necessário que um advogado especializado esteja acompanhando o processo de criação da organização, visto que o melhor capacitado para escrever os contratos, é o advogado.

Além disso, negociações, premiações, contratações de serviços, patrocínios e parcerias, devem ser escritos em contratos à parte.

Portanto, isso também se aplica às contratações internas como:

  • Formação do time;
  • prestadores de serviço de marketing;
  • comercial;
  • treinamento da equipe;
  • psicólogos, entre outros setores importantes.

Então, tenha em mente que, ainda em estágio inicial, nunca deixe de formalizar qualquer negociação em contrato

Além disso, evita discussões futuras e garante segurança ao desenvolvimento das atividades e do negócio como um todo.

Portanto, é altamente recomendável que já se contrate um profissional da área para auxiliar na abertura da empresa e numa possível consultoria jurídica contratual.

 

⧫⧫⧫⧫

 

Conclusão

 Viu como o processo não é um bicho de 7 cabeças?

Agora você está por dentro de tudo sobre abertura de organizações de eSports.

Por fim, no processo de abertura da sua empresa de eSports, é importante que você não cometa erros no decorrer do processo. 

Seguindo o passo a passo deste post não tem outra, dará tudo certo! 

Gostou do post? 

As informações foram úteis para esclarecer todas as suas dúvidas a respeito da abertura de organizações de eSports?

Se sim, compartilhe esse conteúdo para as pessoas que você conhece e que pretendem abrir uma empresa de eSports – tenho certeza que será muito útil.

Se ainda tem alguma dúvida ou precisa de um apoio especializado, entre em contato conosco que teremos o prazer de ajudá-lo!

 

 

jogador de eSports de fundo, com uma imagem falando "quero consultar um advogado"

Este post tem 3 comentários

Deixe um comentário