Como abrir o seu e-commerce?

Agora que você já viu neste texto aqui todas as dificuldades de abrir um e-commerce e neste outro aqui como resolver essas dificuldades, vamos lhe mostrar neste texto como você abrir um e-commerce.

Antes de mais nada, é importante que você tenha em mente que não será um processo fácil e nem rápido.

Assim, se você chegou até aqui decidido em abrir um E-commerce, provavelmente você já deve ter feito esta pergunta: o quanto de dinheiro eu preciso investir nesse negócio?

Então,  continua lendo este texto que vamos lhe explicar como você pode dar o melhor passo para a mudança na sua vida e na vida do seu negócio!

 

  1. Abrir um e-commerce é barato?

    1. Operação em home office

    2. Você pode automatizar tudo

    3. Estoque mínimo

  2. Qual o custo para abrir um Ecommerce?

    1. Produtos

    2. Plataforma

    3. Capital para abrir ecommerce

  3. A importância de um especialista!

 

1) Abrir um e-commerce é barato?

De inicio, podemos dizer que sim, abrir um e-commerce é mais barato do que abrir um negócio físico.

Mas você deve estar se perguntando, “como assim, não tem os mesmos problemas que um negócio físico pode ter?“. E eu já lhe respondo de cara que NÃO, e vou lhe mostrar o motivo.

Vou lhe falar aqui 3 motivos pelo que, abrir um e-commerce é mais barato:

Operação em home office

Assim que você monta a sua loja virtual, toda a operação pode ser feita em home office, da sua casa mesmo ou apartamento. Assim, você pode cortar todos os custos de um aluguel para manter a sua loja física.

Você pode automatizar tudo

Esse motivo é bastante interessante, pois, existem vários tipos de softwares que lhe ajudam a automatizar todo o seu negócio. Apertando um simples botão, você simplesmente pode mandar uma mensagem para várias pessoas e vender um produto para várias pessoas.

Fora que, sua equipe de suporte também pode ser terceirizada, o que muitas empresas também hoje em dia fazem, e são especializadas nisto, suporte de terceiros.

Estoque mínimo

Caso você queira não queira trabalhar com estoque, também existe esta possibilidade.

Hoje em dia, existem lojas de e-commerce que são totalmente sem estoque, necessitando apenas de um notebook. Esta modalidade é hoje chamada de dropshipping!

 

2) Qual o custo para abrir um Ecommerce?

Bem, agora que você entendeu que abrir um e-commerce é mais vantajoso que uma loja física, vamos lhe mostrar agora qual o valor minimo de capital é necessário para iniciar um e-commerce.

Antes, é preciso você pensar qual produto você vai vender e pra quem vai vender!

É importante que você, caso não tenha loja física que já venda algum produto ou serviço, escolha o seu nicho de mercado que será escolhido.

Após isto, poderemos começar a avaliar o real valor em especifico para cobrir as despesas do seu estoque inicial.

Uma dica viável e útil é negociar com seus fornecedores, uma parceria inicial com pedidos sob demanda, para iniciar suas vendas.

É como se você trabalhasse com o estoque do fornecedor!

Se o seu objetivo é abrir um negócio com pouco dinheiro, é preciso planejar-se muito bem!

É preciso que você entenda que, quanto menor o seu capital de giro, menos erros você pode cometer, se não você terá que fechar o seu negócio. E eu tenho certeza que você não quer isto!

Assim, vamos te mostrar agora 3 custos iniciais que você deve prestar bastante atenção:

 

Produtos

Este é o primeiro custo e o mais relevante para iniciar a operação de um E-commerce.

É preciso que você preste muita atenção neste momento e seja bastante detalhista.

O produto é aquilo que você precisará adquirir para vender ao seu consumidor final.

Se você não tem loja física, é importante que você pesquise muito antes de fechar uma parceria com determinado fornecedor.

Aqui a escolha do produto correto, e da parceria com o fornecedor certo e suas comissões, podem fazer com que os centavos virem milhares de reais no decorrer dos anos.

 

Plataforma 

Na hora de abrir um Ecommerce, você terá que saber em qual plataforma você irá iniciar seu e-commerce!

É importante que você analise cada plataforma, seus custos de operação e se você dependerá do dono dela para operar.

Antes de mais nada, é importante que você abra um CNPJ para poder emitir notas fiscais. Mas, isto é o mais fácil, com a simples criação de um MEI (Microempreendedor Individual) tudo ficou menos burocrático.

Entretanto, como existem inúmeras plataformas, é importante que você pesquise e leia sobre cada uma, como são os termos de uso de cada uma e a politica de privacidade de cada.

 

Capital inicial para abrir ecommerce

Considerado o maior custo para se abrir um Ecommerce diz respeito ao capital inicial do seu negócio.

Assim, cada negócio possui um capital inicial diferente, pois possui necessidades diferentes. Logo, não tenho como lhe falar num valor específico que você irá precisar para abrir o seu e-commerce. Você precisará fazer os cálculos.

Diante disto, o capital nada mais é do que aquele dinheiro que você terá em conta para que sua operação continue funcionando de maneira saudável.

 

A importância de um especialista!

É fato que, as empresas de e-commerce que tem um capital grande, possuem uma assessoria profissional e experiente, que é especializada em direito para e-commerce, conseguem vantagens em relação aos demais.

Como exemplo, podemos citar a elaboração de contratos mais vantajosos com fornecedores, regularização da empresa, regularização da empresa de acordo com a Lei do Ecommerce, dentre outros benefícios.

Assim, é necessário que seja escolhido uma assessoria para que você comece de maneira estruturada, para a sua jornada no mundo das vendas e e-commerces ser uma aventura, ser realmente uma profissão.

Portanto, rodeado de profissionais habilitados e experientes, os empresários que querem migrar para o digital podem se dedicar exclusivamente ao exercício da sua profissão, ampliando suas chances de conquistar melhores resultados nas vendas.

Dito isto, reforçamos sempre a importância de um de uma assessoria competente para resolver todas as pendências e problemas decorrentes de contratos com fornecedores, regularização de CNPJ, Realização de politica de privacidade e termos de uso.

Este post tem um comentário

Deixe um comentário