5 erros que você deve evitar ao abrir uma empresa de eSports

erros

Tenho certeza que um desses erros ao abrir uma empresa de eSports você já cometeu!

Iniciar um negócio próprio é sempre uma tarefa difícil e ao mesmo tempo corajosa, pois, como sabemos empreender no Brasil não é fácil.

Como todo mundo, deve assistir filmes que contam como os empresários de sucesso chegaram no topo, mas, pouco se fala sobre os erros que foram cometidos por eles, afinal de contas, histórias de fracasso não rendem bilheteria.

É sempre mais vantajoso e interessante, falar sobre feitos heróicos e arrojados, mas, nunca mostram o “Backstage” que o empresário teve que trilhar até chegar no topo.

Então, muitos destes super empresários têm características parecidas como:

  • começaram do zero;
  • sem nenhum incentivo;
  • lutando contra tudo e todos;
  • começaram de maneira informal.

Eu sei, é complicado lutar contra tudo e todos!

Então, se você tem o desejo de iniciar seu próprio negócio, ou quem sabe já até iniciou e encontra-se na informalidade, este post é para você.

Fica aqui até o fim deste post, que vou ter dar umas dicas de ouro do que não fazer antes de começar a sua empresa de Esports.

Tenho certeza que, se muitos empreendedores tivessem essas dicas, teriam bem menos problemas.

Então, vamos lá?

  • Falta de planejamento
  • Escolher o sócio errado
  • Má escolha dos jogadores
  • Desconhecer procedimentos para abrir sua empresa
  • Aprender com os erros dos outros é MELHOR o do que aprender com os seus próprios erros.
  • Não contar com ajuda especializada

 

⧫⧫⧫⧫

 

1º erro – Falta de Planejamento

Como toda estratégia de jogo, é necessário você planejar antes de iniciar a partida.

Então, este primeiro erro é muito comum na vida dos CEOs das empresas de eSports, quando eles querem montar a sua equipe/organização para chegar ao topo mundial.

Assim, um plano mal formulado, ou a ausência dele, pode fazer com que decisões erradas sejam tomadas, deixando a empresa totalmente vulnerável. 

Ter uma meta e traçar um plano para chegar nela, é o primeiro passo que você tem que ter em mente.

Você sabe que, normalmente os empreendedores iniciantes, como equipes que jogam eventos em bairros, municípios e estados, estão tão envolvidos nos campeonatos que não dedicam mais tempo aos próprios planos.

Este primeiro erro ser tido como óbvio, mas não vale a pena pagar para ver, é uma das causas mais frequentes de fracasso de equipes de eSports.

Não estamos falando dos passos para abrir uma empresa, mas sim o que será feito após a sua abertura.

 

⧫⧫⧫⧫

 

2º erro –  Escolher o sócio errado

A escolha do sócio, é igual a escolher seu parceiro que dará cobertura na para ganhar o jogo!

Inúmeras são as maneiras que posso citar aqui das brigas entre sócios que vemos com bastante frequência, até por motivos banais como um mouse quebrado.

Então, escolher o sócio correto é muito importante, pois, como toda a organização, é necessário saber trabalhar em equipe.

Este é com certeza um diferencial muito significativo para as equipes bem-sucedidas, todas elas trabalham muito bem em equipe.

Então, para não evitar problemas de briga entre sócios, brigas entre sócios e jogadores, escolha bem quem vai entrar na sua empresa. 

Faça um contrato de sociedade e coloque TUDO no papel!

 

⧫⧫⧫⧫

 

3º erro – Má escolha dos jogadores

Sem um bom jogador, você nunca terá uma boa equipe!

Lembre do início de tudo, quando você montou a sua equipe para jogar.

Na época, achou que era só brincadeira e, com certeza queria ter os melhores jogadores na sua equipe quando ganhar, zoar com a cara da galera depois.

Mas aqui, você deve entender que, eles serão os principais atores da sua organização, eles irão fazer com que a sua equipe seja amada.

Então, é seu dever escolher bem e fazer um contrato bem feito com todos os jogadores, para não dar problema no futuro.

Uma dica!!

O contrato de trabalho dos jogadores é diferente do contrato de imagem. 

Muitas equipes assinam apenas um contrato com os jogadores, o que, num futuro, pode causar um processo judicial por conta da falta de assinatura de um desses contratos, se liga nisso!

 

⧫⧫⧫⧫

 

4º erro – Desconhecer procedimentos para abrir sua empresa

É o famoso, cego em tiroteio! Não sabe para onde ir, não tem como ganhar nada!

Como mostramos neste post aqui, você viu que para abrir uma empresa são no mínimo 8 passos demorados para que isto aconteça, ou seja, um processo demorado.

Muitas vezes os donos de empresas de eSports tentam trilhar o caminho da sua empresa de maneira solitária, e isto pode trazer bastante problemas para a empresa.

Vou te explicar melhor para que você entenda como isso pode ser prejudicial para a sua empresa de Esports!

Atualmente, no Brasil, a média em dias para abrir uma empresa é de 53 dias. 

É isso mesmo, demora isso tudo!

O nosso país é um dos mais burocráticos que existe e, muitas vezes, atrapalham boa parte do processo empresarial.

Entretanto, para ter uma empresa de sucesso, o empreendedor precisa aprender a lidar com essa burocracia. 

Então, saber quais:

  • Quais os tributos a serem pagos;
  • prazos para liberação de alvarás e;
  • quais as certidões necessárias para seu negócio funcionar

Indicamos sempre que você busque ajuda profissional neste momento.

Então, além de acelerar o seu processo de crescimento, ele irá ajudar a evitar muitos problemas que podem vir a acontecer.

 

⧫⧫⧫⧫

 

5º erro – Aprender com os erros dos outros é MELHOR o do que aprender com os seus próprios erros

Com certeza, ao pensar em abrir uma empresa de Esports, olhou para um ídolo seu ou sentiu vontade de ganhar aquele campeonato que ele ganhou.

Não é verdade ?

Então, aqui é mais uma dica do que um alerta. Sempre procure profissionais para lhe ajudar no trajeto do seu empreendimento.

Já diz o Provérbio Africano:

“Se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá em grupo.”

Além de contar com profissionais ao seu lado, estude a história de outros jogadores, donos de equipes, e veja o que deu certo e o que não deu para cada um deles.

Com certeza isto economiza bastante tempo até você chegar no topo.

 

⧫⧫⧫⧫

 

6) Não contar com ajuda especializada

Como já alertamos aqui acima, contar com ajuda de um profissional pode acelerar o seu processo e evitar problemas no meio do caminho.

Imagina só:

“você contrata um pro player, não assina contrato de trabalho com ele, aí ele sai da sua equipe e entra com um processo judicial contra você e sua equipe alegando que não recebia o valor que era devido, imagina só a bronca!

Então, contar com a ajuda de um profissional especializado evita este tipo de problema.

A consultoria preventiva é um passo importante para evitar problemas como este.

Processos que podem ser feitos com a ajuda de um profissional:

  • Abrir o CNPJ da organização

É como falamos acima, evitará desgastes, acelera processos e deixa todo mundo satisfeito!

 

⧫⧫⧫⧫

 

Conclusão

A cada dia que passa, as organizações de eSports percebem as vantagens estratégicas e econômicas e aprendem mais todos os dias.

Muito pela prevenção de gastos e melhora de tarefas, tornando a empresa mais competitiva.

Percebeu quantos erros vocês podem cometer?

Mas, com estas informações, tenham certeza que estão na frente de muitas pessoas, inclusive advogados, que não são especialistas.

Não deixe de comentar o que você achou destas dicas e compartilhar este post para ajudar donos de organizações e pro players que tenham essas dúvidas.

Se ainda tem alguma dúvida ou precisa de um apoio especializado, entre em contato conosco que teremos o prazer de ajudá-lo!

jogador de eSports de fundo, com uma imagem falando "quero consultar um advogado"

Deixe uma resposta